segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Fogo


Vamos acender as fogueiras de nosos corpos
E espalhar esse calor que se alastra da alma
Até atingir o mais profundo do centro da Grande Mãe
São as fogueiras do amor e da paixão!
Permita esse fogo aquecer seu coração e ame o próximo
Salve as fogueiras de Beltaine!
Venha dançar essa noite comigo caçadora...
Venha deitar ao lado de seu consorte nessa noite de lua
Para que de nosso encontro floresca o mais belo dos amores
E que ele se espalhe pelo mundo afora!
Dance junto com o vento que percorre o céu estrelado
Deixe o fogo aquecer sua alma e liberar seu amor
Que este acolha a todos que a ti procurarem
Como uma mãe que oferece o colo ao filho
A esposa que apoia o marido
E até mesmo a idosa que aconcelha aos jovens.
Venha celebrar esta noite mágica
Com quem mais te deseja e ama
Porque o tempo fez com que esse sentimento puro
Se intensificasse mais e mais!
Essa é a noite do fogo purificador,
Assim seja entre o fogo e o amor !


Feliz Beltaine para os bruxos e bruxas do hemisfério sul!! \o/\o/

Igor Padua

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Flor

Acho que estou cansado demais,
Pois começo a sentir algo aqui dentro
Um desejo estranhamente forte...
Não sei dizer se é uma forma de defesa
Por todo o sofrimento decorrido,
Se é um instinto natural
Como um animal que espera por sua presa,
Ou até mesmo se é um fruto indesejado
Do convívio solitário dos últimos tempos.
Todo aquele fogo que sempre aqueceu à tantos Sois
Agora anseia por sua Lua imortal
Por um toque suave das pétalas da primavera,
Consome uma fúria carnal
Que faz alimentar a tentação contida
Em ndesabrochar a mais cálida das flores
No mais íntimo de tuas pernas lisas
As coxas que me prendem sem força alguma...
Defeito?
Assim será chamado por muitos
Como tantos outros que dirão
Que mais uma alma foi salva por seu Pai...
Para entrar no reino dos céus
Eu devo despetalar as flores sagradas
Enquanto fico ouvindo os lamentos sóbrios
Das paredes frias que fanatizam Deus?
Venho de uma linhagem que não pensa assim,
Pois o reino detrás das brumas
Onde minha Mãe caminha livremente
Não se importa com tais dogmas abortados do irracional...
O que faz você amar de forma tão pura
É a mesma força que te faz desejar com tanto fervor?
Sol e Lua são iguais
E um não vive sem o outro,
Mas então por que ambos vivem tão só
Na companhia de seus iguais?
Flores de estrelas consolando a Lua
Enquanto o Sol penetra tudo com seus raios aconchegantes...
Hoje, mais do que nunca,
Não entendo nada ao meu redor,
Mas sei o que quero e necessito
E no momento anseio por tua flor..!
Momento final ou passageiro?
Ainda não sei ao certo,
Mas será intenso e verdadeiro..!
Só se ama a Lua verdadeiramente
Uma única e eterna vez...

Igor Padua